sábado, 20 de fevereiro de 2010

Hipocrisia Ambiental

Já faz algum tempo que as pessoas se preocupam excessivamente com o clima e os desastres decorrentes “dele”. Termos como o Aquecimento Global e as Mudanças Climáticas são constantemente utilizados para explicar problemas como enxurradas, deslizamentos e degelos. O que as pessoas se esquecem, no entanto, é que os problemas globais nada mais são do que reflexo de problemas locais em grande escala.

O que acontece quando aumenta o preço do álcool? Os donos de carro flex optam pelo combustível que faz bem ao meio ambiente ou ao bolso? Quem coleta água de chuva nos seus telhados para minimizar a quantidade de água que vai para o rio? E quantos alardeiam que a água no mundo vai acabar? Quantos respeitam os planos diretores e mantém um percentual do terreno sem impermeabilização? Enfim daria para citar muitos outros momentos de hipocrisia da sociedade, em uma ou outra situação.

Então, por que sempre que alguém tenta resolver um problema a sociedade se volta contra as soluções? Por que invés de fazermos alguns pequenos esforços para minimizar esses problemas, estamos sempre nos defendendo, alegando que é muito caro, muito trabalhoso, ineficiente...

O esgoto, ou melhor, a privatização dele em Blumenau, é um exemplo claro de como cobramos por melhorias, mas nos negamos a dar qualquer contrapartida. As pessoas querem ter água limpa, e pagam por isso, mas quando a água já está poluída, acreditam que podem devolvê-la desta maneira ao meio ambiente. Com o tratamento do esgoto contribuímos para uma vida local melhor e o que obviamente reflete em uma melhoria globalizada.

Não que não tenhamos que cobrar que os trabalhos sejam feitos de maneira transparente e eficaz. O que não podemos é deixar de fazer nossa parte, contribuindo nem que seja com a polêmica da vez, a taxa de tratamento do esgoto. Mesmo que o trabalho seja lento, ele vale a pena. Chega de pensar no meio ambiente de maneira hipócrita, egoísta e nada social. Vamos, de uma vez por todas, parar de criticar e contribuir com nosso futuro.

Jonathan Kreutzfeld
Publicado em http://www.clicrbs.com.br/jsc/sc/impressa/4,182,2789000,13984

2 comentários:

  1. Mais textos e críticas como essa deveriam aparecer mais na mídia, parabéns pela iniciativa.

    ResponderExcluir